segunda-feira, 31 de outubro de 2011

UM NOVO ACORDAR


Voa pelo mar dos meus sentidos,
Como se fosses gaivota e eu o luar,
Beija-me, como o sol beija a terra
E acaricia a vida,
Vem em mim pousar,
Desbrava a seara erguida,
Prende-me, inteira, nos teus braços...
Não deixes que a ausência
Me desfaça em pedaços,
Permanece em mim,
Como a eternidade num só momento,
E canta à chuva, canta ao vento,
Submerge-me...
Exulta de mim,
Faz-me o teu respirar,
Ouve-me e não perguntes
O que te não sei responder,
Deixa-te comigo assim ficar,
Nas asas do tempo...
Abracemos, juntos, um novo acordar.

Written by:Isabel Vilaverde
Outubro 2011

terça-feira, 11 de outubro de 2011

MENINO-ESPANTO


Menino-espanto de brilho no olhar,
No rosto traz encanto e doçura para dar,
Sonha com um mundo perfeito,
Mas é tão vago o seu despertar.

E nessa tristeza vagueia...
Menino de Angola, Moçambique ou Timor,
Nos quatro cantos do mundo,
É sempre igual a sua dor.

Por esses xipamanines veste-se de sonhos,
E de lágrimas a rolar, quer que a guerra acabe,
A que lhe rouba o sorriso e os braços para o embalar.

Traz no coração a força de acreditar,
De mãos vazias de afectos, agarra a ténue esperança,
De um dia poder viver e ser somente criança!

Written by: Isabel Vilaverde
Setembro de 2011

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

AOS MEUS AMIGOS E SEGUIDORES

«PALAVRAS NOSSAS» - COLECTÂNEA DE NOVOS POETAS PORTUGUESES.
Uma Obra Poética, de que me orgulho fazer parte, que prima pela
novidade e diversidade.
Uma "lufada de ar fresco" no panorama da poesia em Portugal.

Em NOVEMBRO nas Livrarias de todo o país. Uma Obra imperdível,
com a chancela da ESFERA DO CAOS - EDITORES, uma de entre as
melhores Editoras do país.

Um abraço poético!
Written by: Isabel Vilaverde, video
 
Licença Creative Commons
This obra is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas 2.5 Portugal License.